7 indicadores financeiros indispensáveis para pequenas empresas

Escrito por:

Indicadores de desempenho são ferramentas essenciais de gestão para qualquer empreendedor. Afinal, medir o nível de desempenho em cada setor do negócio é fundamental para assegurar o crescimento da companhia e ajustar processos problemáticos.

Entre os indicadores mais importantes para pequenas empresas estão, certamente, os indicadores financeiros. Com eles, é possível obter dados sobre as finanças corporativas e identificar como anda a saúde financeira da sua empresa.

Mas você sabe quais são os principais indicadores financeiros para pequenas empresas? Então continue a leitura deste artigo e descubra 7 indicadores financeiros indispensáveis para pequenas empresas!

 

7 dos principais indicadores financeiros para pequenas empresas

 

Antes de conhecer os principais indicadores para finanças destinados a pequenas empresas, é importante que você entenda a importância destas ferramentas de desempenho para qualquer negócio.

Os indicadores financeiros, especificamente, estão intimamente ligados à boa gestão de uma pequena empresa. E são eles que fornecem ao empreendedor informações essenciais para análise da performance do negócio. E ajudam nas tomadas de decisão relacionadas às finanças.

A seguir você confere 7 destes indicadores financeiros para pequenas empresas que você não pode deixar de conhecer:

 

  • Custos fixos

 

Os custos fixos são todas as despesas recorrentes de um negócio. São aquelas, portanto, que se repetem mês a mês ou variam pouco durante o período. Não importa o que ocorra, elas sempre deverão ser pagas mensalmente.

O aluguel do escritório, gastos com limpeza e segurança, impostos, entre outros são considerados custos fixos para pequenas empresas. 

 

  • Custos variáveis

 

Os custos variáveis, por sua vez, são todas as despesas que variam mensalmente, de acordo com as atividades produtivas de um negócio. Matérias-primas e insumos produtivos (como água, energia, etc) e comissões de vendas são exemplos de custos variáveis.

Tanto os custos fixos quanto os custos variáveis são indicadores financeiros fundamentais para pequenas empresas. Isso porque, sem conhecê-los, o empreendedor não saberá o quanto a empresa deve produzir para cobrir suas despesas – e para ter lucro.

 

  • Fluxo de caixa

 

O fluxo de caixa é o controle do valor que entra e que sai da conta da empresa ao longo de um determinado período. Este indicador, portanto, ajuda o empreendedor a identificar os recebimentos do seu negócio e as obrigações financeiras que possui.

E é graças a ele que se torna possível analisar e monitorar se as operações da empresa estão gerando caixa suficiente para não ter dívidas e gerar lucro ao longo do tempo. 

Sem conhecer o fluxo de caixa, o empresário corre sérios riscos de tomar decisões financeiras equivocadas e ver seu negócio se afundar em dívidas.

 

  • Ponto de Equilíbrio

 

O ponto de equilíbrio é um dos principais indicadores financeiros para pequenas empresas. Trata-se da quantidade de receita mínima que uma empresa precisa obter para cobrir todos os seus custos e despesas.

Ao conhecer o ponto de equilíbrio, o gestor consegue identificar qual o montante de vendas (ou negócios) precisa gerar em um determinado período para não ter lucro e nem prejuízo. Se os resultados forem superiores ao ponto de equilíbrio, há lucro, enquanto resultados abaixo do ponto de equilíbrio resulta em perdas financeiras.

 

  • Margem Ebitda

 

A margem EBITDA é o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização de uma empresa. Representa a quantidade de lucro ou prejuízo que a empresa obtém sem considerar os descontos de juros, tributos, depreciações ou amortizações

A margem EBITDA fornece ao empreendedor, portanto, informações sobre o valor e o impacto das vendas no caixa. Por isso, este indicador é calculado a partir do lucro operacional líquido + depreciação + amortização.

 

  • ROIC

 

O ROIC – Retorno Sobre o Capital Investido – é um indicador financeiro para pequenas empresas que mede o retorno sobre o capital total investido em uma determinada situação. Uma empresa, por exemplo, que investe em uma determinada estratégia precisa calcular o ROIC do seu planejamento.

Este indicador, portanto, apresenta qual a capacidade da organização de gerar (em resultados) com um determinado capital investido. E é por isso que o ROIC é tão utilizado para identificar o desempenho financeiro de um negócio.

 

  • Market Share

 

Finalmente, o Market Share – também chamado de parcela de mercado – é mais um dos importantes indicadores financeiros indispensáveis para pequenas empresas. E uma importante ferramenta de medição de desempenho.

O Market Share ajuda o empreendedor a identificar a fatia de mercado da qual o negócio tem participação. Uma empresa que oferece serviços de telefonia, por exemplo, pode ter x% de Market share em uma determinada região do país – ou em todo território nacional.

Ao utilizar este indicador no dia a dia, a empresa consegue descobrir qual sua participação em termos percentuais no mercado – e descobrir se ela é líder em seu segmento ou se precisa repensar suas estratégias para melhoras seus resultados e crescer.

 

Conclusão

 

Os indicadores financeiros são fundamentais para pequenas empresas que desejam evoluir e manter um desenvolvimento sustentável ao longo do tempo. 

Se bem empregadas, estas ferramentas auxiliam o empreendedor a ter uma visão mais holística do seu negócio e tomar boas decisões financeiras. E é exatamente por isso que você, pequeno empreendedor, precisa conhecê-los e entender como eles funcionam.

 

Agora que você já entendeu a importância dos indicadores financeiros para pequenas empresas, que tal se preparar ainda mais para elevar o nível do seu negócio e descobrir os impactos da transformação digital no ambiente empresarial? 

Clique aqui e saiba mais sobre este assunto!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Facebook para pequenas empresas: a força dessa estratégia
Por Controlle
Transformação Digital e seu impacto nos negócios
Por Controlle
DRE: entenda como fazer e porque ele é essencial para a sua empresa
Por Controlle
A importância da inovação na empresa: 5 dicas para pensar fora da caixa
Por Controlle
Controlle
Controlar as finanças da sua pequena empresa
ou startup, não precisa ser chato.

Conheça o Controlle, um gerenciador financeiro perfeito pra quem não gosta de perder tempo.

Faça como mais de 20 mil pessoas e receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter a gestão da sua empresa em ordem.