7 passos para manter os clientes fiéis ao seu negócio

Você sabia que manter os clientes atuais pode ser até...

Você sabia que manter os clientes atuais pode ser até cinco vezes mais barato do que atrair e conquistar novos consumidores? Isso mesmo! A fidelização dos clientes é uma das estratégias mais produtivas, eficientes e lucrativas para empresas de todos os portes.

Diante de um mercado altamente dinâmico e competitivo, manter os clientes na empresa e garantir não só a compra, como a recompra e recomendação dos serviços, se torna algo extremamente desafiador. A boa notícia é que adotando algumas práticas no negócio, é possível fidelizar a clientela, atrair a atenção do público-alvo e se destacar em meio às novas opções que surgem a cada dia.

Quer saber como manter os clientes fiéis ao seu negócio? Então continue lendo o nosso artigo e descubra quais ações são primordiais para que a sua clientela continue sempre adquirindo os seus produtos ou utilizando os seus serviços.

1 –  Seja consistente para fidelizar os clientes

Em um momento inicial, atributos como qualidade, bom preço, agilidade e simpatia no atendimento são determinantes para cativar um cliente e induzi-lo à compra, no entanto, o ideal é que esse conjunto de fatores não esteja presente apenas no primeiro negócio. Para fidelizar os clientes, é indispensável manter um padrão e, se a qualidade dos serviços ou produtos variar, que seja para melhor. Na prática, essa consistência significa colocar a identidade da empresa em tudo: ao contactar clientes, recebê-los, fazer as cobranças. Por isso, mantenha gestão e equipe alinhadas! É isso que vai despertar no consumidor a vontade de voltar a fazer negócio na empresa.

2 – Monte uma equipe de atendimento cativante

Quem trabalha no atendimento, está na linha de frente da empresa e, portanto, é responsável por causar a primeira impressão (boa ou ruim) no cliente. Por essas e outras, é preciso montar uma equipe competente e cativante, que receba a clientela com simpatia e hospitalidade.

Nesse sentido, é fundamental que a empresa conte, em seu quadro funcional, com profissionais amigáveis, solícitos, positivos e que gostem de trabalhar com pessoas. Vale destacar que o funcionário pode ser capacitado e ter boa experiência, mas se ele não for capaz de oferecer um atendimento humanizado, certamente os clientes não serão fidelizados.

3 – Conheça bem o seu público-alvo

É praticamente impossível criar uma relação de fidelidade com os clientes, quando a empresa não conhece e não valoriza as particularidades do público-alvo. É preciso estar por dentro do perfil de consumo do cliente, conhecer as expectativas e necessidades dele, além de ter acesso a informações pessoais como data de aniversário, endereço, telefone, dentre outros. Com base nesses dados, você vai poder parabenizar o cliente em datas especiais, presenteá-lo adequadamente, informar sobre promoções e mantê-lo sempre bem perto da sua empresa.

Hoje em dia há softwares completos para gerenciar o relacionamento com os consumidores. Vale a pena investir nesse tipo de ferramenta tecnológica para desenvolver um plano de fidelização mais efetivo.

4 – Ofereça diferenciais competitivos

Por mais que sua empresa esteja teoricamente bem, sempre é possível inovar e oferecer diferenciais competitivos. Fidelização não cai do céu e estagnar não é o caminho para fidelizar a clientela. Isso significa que é preciso descruzar os braços, fugir do lugar comum e investir tempo e dinheiro nessa empreitada.

Brindes, programas de fidelidade, descontos progressivos e rede de indicações são alguns diferenciais que trazem um excelente retorno a médio e longo prazo. É óbvio que antes de implementar esses diferenciais, o gestor deve estudar o atual panorama da empresa, identificar as deficiências e potencialidades do negócio, além de adequar as estratégias de acordo com o público-alvo.

5 – Não se esqueça que você precisa do cliente

Deixe a arrogância de lado e adote uma postura humilde. Ainda que a empresa seja grande e esteja há anos no mercado, ela precisa de todos os clientes, inclusive os que consomem pouco. O poder de compra é exclusivo do cliente e, em um mercado marcado pela concorrência, hoje em dia ele pode simplesmente atravessar a rua e encontrar produtos similares aos seus, muitas vezes com ofertas melhores.

Sendo assim, valorize cada cliente que chega até o seu negócio, mostre o quanto ele é importante e faça o possível para retê-lo na sua empresa.

6 – Não confunda bom atendimento com bajulação

Os clientes gostam de ser tratados com respeito, educação, exclusividade e gentileza. Também não dispensam um tratamento personalizado e vantagens diferenciadas na hora da negociação. No entanto, nada disso deve ser confundido com bajulação.

Puxar o saco da clientela pode ser muito desagradável e improdutivo para o negócio, sobretudo, porque soa artificial. Os clientes, aliás, qualquer pessoa, prefere se envolver com gente autêntica. Fica mais fácil criar uma relação com quem é verdadeiro, concorda?

7 – Mantenha contato, marque presença

Não basta falar “volte sempre” e dizer “não suma” para o cliente. É preciso fazê-lo retornar à empresa e como se faz isso? Simples! Mantenha contato com ele. Siga-o nas redes sociais, telefone para comunicar sobre os lançamentos, ofereça um cartão de fidelidade para novas compras, mande um e-mail de felicitações no aniversário dele e marque presença na vida do consumidor. Assim, quando ele estiver na dúvida entre a empresa que literalmente liga para ele e a que não está nem aí, você estará em completa vantagem.

Já aplica essas ações? Que outras estratégias você adota para fidelizar os clientes? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco através dos comentários.


Deixe seu comentário