Aprenda a fazer o melhor controle financeiro de todos os tempos

Investir no controle de finanças é parte importante do processo de gerenciar...

Investir no controle de finanças é parte importante do processo de gerenciar uma empresa. Ao deixar de lado a gestão das finanças, o empresário não tem ideia de quanto entra e quanto sai do caixa corporativo, não consegue se planejar a longo prazo e pode ter prejuízo financeiro mês após mês por gastar mais do que ganha.

 

Para fazer um controle financeiro eficiente é importante, em primeiro lugar, organizar as finanças. Investir em capacitação e contratar ajuda profissional especializado também são práticas que podem ajudar nesse momento. Acompanhe, no post de hoje, como fazer o melhor controle financeiro de todos os tempos!

 

Organize suas finanças

O primeiro passo para fazer o controle financeiro da empresa é colocar as finanças corporativas em dia. Para isso, é preciso saber tudo o que entra e o que sai de caixa.

 

Além dos valores das movimentações, é importante especificar a origem e natureza de receitas e despesas. Esse cuidado facilitará na hora em que for preciso cortar gastos e saber em que área realizar investimentos.

 

Separe as despesas empresariais das pessoais

Passo importante para manter o controle financeiro em dia é não misturar despesas pessoais e empresariais. Caso ainda não tenha feito isso, crie contas separadas para a pessoa física e a jurídica e não use o dinheiro da empresa para pagar as próprias despesas. O ideal é que os sócios do negócio recebam um pró-labore por seus serviços.

 

Planeje cada detalhe

O dia a dia corrido não é motivo para negligenciar o planejamento financeiro. Pensar a longo prazo é essencial para que sua empresa trilhe um caminho de sucesso. Para isso, é importante reservar um tempo para planejar o futuro.

 

Coloque no papel suas previsões de recebimentos e despesas, veja se o caixa está equilibrado financeiramente e decida quais serão os melhores momentos para fazer investimentos.


Corte custos

Um bom controle financeiro passa também por um corte de custos que seja realmente eficiente. Se a análise das finanças mostrar que as saídas de caixa superam as entradas da empresa, é hora de reavaliar prioridades e definir onde é possível cortar despesas para balancear as finanças empresariais.

 

Avalie os principais gastos corporativos e veja em que é possível reduzir ou otimizar. Implemente políticas de redução de custos e envolva os funcionários nesse objetivo, premiando aqueles que alcançarem os melhores resultados.

 

Invista em capacitação

Para fazer o melhor controle financeiro, buscar adquirir conhecimentos sobre o assunto é preciso. São várias as formas de ter mais informações sobre finanças: cursos de curta duração, e-books, vídeos, posts e treinamentos online são só algumas das opções.

 

Escolha a que for mais conveniente para seu estilo de vida e rotina, e amplie o que você sabe sobre o assunto. Quem tem mais conhecimento sobre o tema consequentemente consegue fazer as melhores escolhas financeiras. Quanto mais você aprende, mais automático será o controle das finanças.

 

Contrate ajuda de um profissional especializado

Se as finanças da sua empresa estão desorganizadas, você pode ganhar tempo e deixar de perder dinheiro contratando ajuda profissional. Entre em contato com um contador, escritório de contabilidade ou consultoria financeira para auxiliá-lo ou considere a possibilidade de criar uma área contábil dentro da própria empresa.

 

A ajuda especializada pode, além de organizar as finanças corporativas, orientar sobre precificação de produtos, custo de produção, melhor regime tributário, etc.

 

Crie uma reserva de emergência

Para manter as finanças em dia, toda empresa deve contar com um fundo destinado para gastos que não foram previstos. O ideal é que essa reserva tenha valor equivalente a seis meses de despesas corporativas e que seja guardada em um investimento que ofereça liquidez.

 

Assim, você pode sacar algum valor a qualquer momento e não tem que arcar com juros de empréstimo quando precisar, por exemplo, mandar algum funcionário embora, ou tiver que fazer uma reforma que não foi planejada.

 

Use um software de gestão

Contar com o auxílio de um software de gestão ajuda a manter as finanças organizadas. A ferramenta centraliza as informações financeiras em um só lugar, facilitando a tomada de decisões.

 

Outra vantagem é o recurso de gráficos que permitem, com um clique, que você saiba para onde o dinheiro da empresa está indo. O alerta de contas a pagar e a receber também evita que você esqueça pagamentos e tenha que arcar com juros e multas por atraso.

 

Manter o controle financeiro da empresa em dia permite uma rotina mais tranquila e segura. Invista em ferramentas para planejar os investimentos corporativos, tomar as melhores decisões financeiras e planejar o futuro da sua empresa.

 

Caso tenha dificuldades na hora de colocar as finanças em ordem, não hesite em contar com um profissional para ajudá-lo na tarefa. Um software de gestão também pode ser um grande aliado neste momento. Um sistema simples e eficiente tornará sua rotina financeira descomplicada e fácil de acompanhar!

 

Para saber mais sobre o assunto, não deixe de ler sobre os 7 cursos que todo microempreendedor deve fazer!

 

Outros artigos:

Fluxo de caixa e DRE, entenda a diferença

Fluxo de caixa: Tudo o que você precisa saber

O que é Centro de Custo e quais as vantagens de usá-lo em sua empresa

Materiais educativos 


Deixe seu comentário