É mais vantagem comprar ou alugar equipamentos para a empresa?

Escrito por:

Sua empresa está começando a se estabelecer? Ou ela já se consolidou no mercado e busca agora realizar uma expansão? A resposta para essas questões pode ser justamente o fator decisivo para tomar algumas decisões empresariais importantes.

 

Uma delas é a necessidade de comprar ou de alugar equipamentos (de vários tipos) para e empresa.Saber qual das duas opções é a melhor é sempre um desafio para o empreendedor, independentemente do setor no qual a empresa atue. Ainda assim, é possível encontrar alguns parâmetros para basear essas decisões. Entenda alguns aspectos que devem ser considerados na hora de escolher entre comprar ou alugar equipamentos:

 

Analisar a maturidade de sua empresa

Inicialmente, é preciso ter em mente a maturidade de sua empresa. Isso significa saber se seu negócio já está consolidado, ou se você está apenas engatinhando no mercado econômico. Muitos empreendedores iniciantes, principalmente em startups e empresas de inovação, preferem diminuir os riscos em relação aos investimentos iniciais, alocando ativos no core business (atividade principal) da empresa. Nesses casos, é possível que seja melhor alugar equipamentos do que comprar.

 

Por exemplo, uma startup no setor de marketing digital pode considerar mais vantajoso alugar inicialmente computadores, salas, mobiliário de escritório etc., do que fazer um investimento inicial grande em materiais que não são sua atividade principal. Nesse período inicial de consolidação do negócio, ela pode escolher investir em capital humano, contratando equipes criativas e inovadoras, que vão capitanear mais negócios e alavancar as atividades da empresa.

 

Por outro lado, se você já tem certa maturidade no mercado, talvez seja mais vantajoso investir em um capital que, muito provavelmente, será útil no futuro. Esse é o caso de uma empresa de confecção, por exemplo, que vê sua demanda aumentar exponencialmente ao longo dos meses. Em vez de simplesmente alugar novas máquinas de costura para expandir sua produção, por que não comprar esse maquinário? Os custos se diluem nos meses seguintes à compra (assim como o aluguel), mas ao final das prestações a empresa fica com um capital material que é dela.

 

Planejar o futuro é essencial

Independentemente da decisão a ser tomada (aluguel ou compra), é necessário incluir essa estratégia no planejamento financeiro e orçamentário da empresa. Somente assim será possível prever como essa decisão vai impactar os seus negócios. Se sua empresa passa por um momento de crescimento e precisa expandir sua atuação sobre novos mercados, a decisão pela compra pode ser a mais adequada. Isso é especialmente relevante quando pensamos sobre a compra de equipamentos na atividade-fim da empresa. No entanto, se essa expansão apresenta riscos para os negócios, como investimento em um setor ainda pouco explorado, cujos rendimentos ainda são incertos, por exemplo, o custo-benefício de um aluguel pode ser mais vantajoso.
As vantagens do aluguel de equipamentos são várias. Empresas que prestam esse tipo de serviço realizam manutenção constante, bem como trabalham com equipamentos de última geração. Isso pode ser essencial para uma empresa que trabalha com inovação tecnológica, por exemplo.
Além disso, o aluguel tem a vantagem de possibilitar o acesso da empresa a uma variedade maior de máquinas, que muito provavelmente serão mais adequadas a cada projeto em que sua empresa trabalha. Ao saber quais projetos estão encaminhados para o futuro, é possível planejar o aluguel temporário de um ou de outro equipamento. Isso é muito comum no ramo da construção civil, no qual cada terreno, cada projeto e cada cliente têm necessidades específicas.

 

Quanto maior a flexibilidade de sua empresa para utilizar equipamentos diferentes, maior a qualidade do serviço prestado e do resultado final.

 

Coloque todos os gastos na ponta do lápis

Como os custos de se investir na compra de equipamentos podem ser bastante altos, é necessário colocar todos os gastos na ponta do lápis antes de tomar uma decisão. É importante lembrar que os gastos com a compra não terminam após o pagamento final do equipamento. Há custos de manutenção, de reparo e de armazenamento desse maquinário e de outros materiais e todos esses gastos devem ser considerados.

 

O aluguel também envolve gastos, como as prestações mensais ou o contrato anual. Sua empresa deve honrar com esses compromissos para evitar multas e outros custos decorrentes de quebras contratuais. Por outro lado, o aluguel pode ser uma ótima opção quando sua empresa precisa utilizar determinado equipamento para um projeto específico, temporário. Afinal, se não houver uma aplicação posterior do maquinário nas outras atividades da empresa, qual a necessidade da compra? Esse é o caso de quem pretende produzir um catálogo para seus produtos, por exemplo. Se a atividade de produção de conteúdo publicitário não for recorrente no âmbito da empresa, não é vantajoso comprar máquinas fotográficas, equipamentos de edição e iluminação.

 

O que achou dessas dicas? Que tal colocar em prática algumas dessas recomendações em seus negócios? Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Deixe aqui seu comentário e conte para nós!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Quais as diferenças entre faturamento e lucro líquido da empresa?
Por Conube
Controle financeiro da empresa: o uso da tecnologia como aliada na gestão
Por Controlle
Orçamento mensal: como controlar as contas que causam impacto negativo nas PMEs
Por Controlle
E-Social: O que é, quais seus benefícios e impactos
Por Controlle
Controlle
Controlar as finanças da sua pequena empresa
ou startup, não precisa ser chato.

Conheça o Controlle, um gerenciador financeiro perfeito pra quem não gosta de perder tempo.

Faça como mais de 20 mil pessoas e receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter a gestão da sua empresa em ordem.