Gestão de processos para pequenas empresas

Escrito por:

O crescimento saudável do seu negócio é o objetivo de 10 em cada 10 empreendedores, não é verdade? Este objetivo, no entanto, nem sempre é alcançado com tanta facilidade, principalmente pelas pequenas empresas.

 

Existem, no entanto, alguns aspectos que podem ser decisivos na hora de promover o crescimento de qualquer negócio, como a implementação de uma gestão de processos em pequenas empresas. Pode parecer impossível, mas uma única alteração no modelo de gestão pode resultar em um negócio mais competitivo e sadio, promovendo uma verdadeira revolução no ambiente corporativo.

 

Quer saber mais sobre a gestão de processos em pequenas empresas e descobrir como implementar, de maneira eficiente, estas mudanças na sua empresa? Então acompanhe o artigo de hoje e aprenda a colocar seu negócio, de uma vez por todas, no caminho certo rumo ao crescimento e ao sucesso!

 

O que são processos para pequenas empresas?

 

Para entender melhor o que é a gestão de processos para pequenas empresas é preciso compreender, em primeiro lugar, o que são estes tais processos dentro do ambiente corporativo. A gente explica:

 

Os processos – em qualquer empresa – são aquelas rotinas de trabalho executadas por cada funcionário e departamento da empresa, que realizam atividades específicas para uma determinada finalidade. Existem, por exemplo, os processos relacionados ao setor financeiro, processos do departamento comercial, processos inerentes ao departamento administrativo, entre outros.

 

Cada um destes processos tem como objetivo registrar e fomentar cada etapa do funcionamento do negócio como um todo. Esta rotina, no entanto, nem sempre ocorre de maneira objetiva e ágil, resultando em gargalos em determinados setores e em uma queda de produtividade dos envolvidos.

 

Por que implementar a gestão de processos para pequenas empresas?

 

A principal vantagem da implementação da gestão de processos para pequenas empresas é justamente evitar problemas relacionados à queda de produtividade dos funcionários e gargalos no negócio, visando encontrar possíveis problemas e resolvê-los com maior rapidez. Além disso, a gestão dos processos permite que o administrador visualize, com facilidade, os pontos de melhoria e mudanças, colaborando para um ambiente interno cada vez mais produtivo e pujante.

 

Uma empresa que possui uma gestão de processos implementada, mesmo que de maneira mais simplificada, costuma colher bons frutos ainda no curto e médio prazo, identificando com mais clareza o nível de produtividade dos seus colaboradores e tudo o que possa estar ligado à execução de todas as tarefas inerentes ao negócio, facilitando a tomada de decisões no dia a dia da companhia.

 

Para os pequenos negócios, a gestão destes processos é ainda mais importante, pois promove a profissionalização do negócio e dos seus funcionários, otimizando as tarefas do dia a dia e aumentando a produtividade e a capacidade da empresa de concorrer com outras empresas em um mercado cada vez mais competitivo.

 

Como resultado, a gestão de processos para pequenas empresas pode trazer maior tranqüilidade para o gestor e para os funcionários e gerar uma maior satisfação dos clientes em relação aos produtos ou serviços adquiridos.

 

Quais são os tipos e metodologias destes processos?

 

Existem diversos tipos e metodologias de processos inerentes às empresas – sejam elas micro, pequenas, médias ou grandes corporações. Alguns tipos, no entanto, são mais comuns de serem encontrados e aplicados nos negócios, independente da sua área de atuação.

 

Conheça a seguir alguns destes principais tipos e metodologias de gestão de processos corporativos:

 

Gestão funcional

 

Na gestão funcional de processos as áreas da empresa são separadas de modo sistêmico e as funções são distribuídas em uma rígida hierarquia. Desta forma, o nível de organização interna acaba se tornando bastante elevado, com colaboradores e gestores cientes de suas tarefas – que são meticulosamente especificadas e delimitadas.

 

Como desvantagem, a gestão funcional desestimula a autonomia e próatividade dos colaboradores da empresa, o que pode resultar em uma fuga de bons funcionários, que podem se sentir, em algum momento, subaproveitados pela empresa.

 

Gestão sistêmica

 

Já a gestão sistêmica tem como principal característica a delegação de tarefas de maneira lógica e bem definida, de modo que o trabalho realizado por um colaborador se relaciona e completa o trabalho e tarefas realizadas por outro funcionário da companhia. Por conta desta dinâmica, a gestão sistêmica costuma ser mais motivadora e saudável para o ambiente interno e, por isso, é uma das modalidades de gestão de processos mais utilizadas atualmente.

 

Gestão PDCA

 

A metodologia de gestão PDCA é baseada em quatro palavras da língua inglesa que formam a sigla PDCA: “Plan”, “Do”, “Check” e “Action” que, em tradução livre, significam “planejamento”, “execução”, “controle” e “ação”. Neste tipo de gestão, o controle dos processos se dá por meio do planejamento, execução, fiscalização e ação – não importa o departamento ou setor gerenciado.

 

Gestão BPM

 

O Business Process Management – ou Processo de Gerenciamento de Negócios (BPM) é um outro tipo de gestão de processos utilizado em empresas de todo o mundo. Neste modelo, cada processo é dividido em partes, que são avaliadas individualmente com o objetivo de otimizar a rotina e o processo em si de forma detalhada e meticulosa.

 

Como implementar a cultura de gestão de processos na empresa?

 

A implementação da gestão de processos para pequenas empresas pode parecer difícil de ser colocada em prática, mas é bem mais simples do que se imagina. O primeiro passo para adotar a gestão de processos na sua empresa é identificar as rotinas do negócio e os processos envolvidos, desde o primeiro atendimento com o cliente, por exemplo, até o pós-venda.

 

Após alcançar esta visão global inicial do negócio – chamado de macroprocesso – o gestor pode mapear as rotinas e atividades desenvolvidas no dia a dia da empresa e dividir estes processos de acordo com cada área ou colaborador que executará determinada tarefa, a fim de identificar problemas, gargalos ou possíveis gaps que possam estar ocorrendo.

 

Com as dificuldades devidamente identificadas e registradas é hora de padronizar as atividades, automatizar tarefas quando necessário e corrigir possíveis falhas. Estará, portanto, implementada a gestão de processos, que deverá ser mantida ao longo do tempo.

 

Alcançando uma gestão eficiente

 

No artigo de hoje você aprendeu que o crescimento e o sucesso de um negócio não depende apenas da motivação e do empenho dos colaboradores, mas sim de um ambiente organizado e objetivo, composto por processos de simples assimilação que funcionam de maneira alinhada a todos os demais processos da empresa.

 

E é devido à implementação da gestão de processos que a gestão do negócio em si se torna cada vez mais fácil e eficiente de ser realizada pelo administrador, gerando melhor qualidade de vida a todos os envolvidos, avanço da produtividade e redução de custos e erros, que resultam no crescimento da empresa como um todo.

 

Por isso, se você possui um pequeno negócio, talvez seja hora de prestar mais atenção na gestão de processos para pequenas empresas e implementar esta metodologia à sua empresa. Você pode se surpreender com os resultados positivos que poderá colher em um curto espaço de tempo!

 

Gostou do artigo de hoje? Então compartilhe sua opinião ou deixe suas dúvidas aqui no post!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Produtividade: 5 dicas de gestão do tempo para pequenas empresas
Por Controlle
OKR: como funciona a metodologia que deu suporte ao crescimento do Google
Por Controlle
Do conceito à execução: entenda tudo sobre as 4 funções administrativas
Por Controlle
10 Dicas para encantar seus clientes
Por Controlle
Controlle
Controlar as finanças da sua pequena empresa
ou startup, não precisa ser chato.

Conheça o Controlle, um gerenciador financeiro perfeito pra quem não gosta de perder tempo.

Faça como mais de 20 mil pessoas e receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter a gestão da sua empresa em ordem.