O que é análise horizontal no fluxo de caixa?

As empresas que desejam se manter competitivas precisam tomar decisões com base em dados sólidos. Afinal, essa prática ajuda a evitar erros e ações que não geram os resultados desejados. Nesse sentido, é fundamental entender o que é análise horizontal.

Esse método permite que os líderes de uma organização compreendam o cenário atual com precisão e identifiquem o desempenho em determinado período. Assim, ao avaliar o fluxo de caixa, será possível identificar padrões e tendências e planejar melhorias para os processos.

Quer saber como esse processo pode auxiliar o negócio? A seguir, conheça a análise horizontal, entenda a sua relevância e descubra soluções que otimizam esse processo. 

O que é análise horizontal? 

A análise horizontal é um método utilizado com o intuito de verificar os indicadores de desempenho em um determinado período. Na hora de realizar essa avaliação, as informações contidas em balanços, demonstrações financeiras e fluxos de caixa podem basear o processo.  

Geralmente, os dados são organizados em tabelas, sendo que uma linha terá muitas colunas. Depois, a leitura é feita da esquerda para a direita para absorver e analisar as informações. A ideia é entender a evolução dos resultados ao longo do tempo. 

Porém, também existe a análise vertical. Diferentemente da análise horizontal, essa ferramenta focará em uma coluna e nas linhas relacionadas a ela. Portanto, o movimento de leitura é de cima para baixo. Aqui, a ideia costuma ser fazer comparativo entre produtos, serviços, setores etc. 

Devido às análises vertical e horizontal apresentarem informações distintas e complementares, elas frequentemente são utilizadas em conjunto. Desse modo, há uma base mais sólida de dados para embasar a tomada de decisão.

Para que ela serve e como funciona?

Além de conhecer as metodologias de avaliação de resultados, é fundamental saber como interpretar a análise vertical e horizontal. Por exemplo, imagine que a sua empresa fez uma campanha de comunicação por seis meses dos produtos X, Y e Z.

Ao fim do período, o gestor pretende saber quais foram os resultados de vendas. Observe a tabela a seguir:

Vendas da campanha publicitária
ItensJaneiroFevereiroMarçoAbrilMaioJunho
Produto X101213161819
Produto Y655433
Produto Z463246
Total202321222528

Na análise vertical, serão isoladas cada uma das colunas, a fim de checar a correlação com as linhas. O objetivo é conferir a participação de cada elemento no resultado obtido.

No exemplo, foram feitas 20 negociações em janeiro. Aqui, o produto X apresentou a melhor performance, obtendo 50% do volume total.

Já a análise horizontal considerará apenas uma linha e as colunas ligadas a ela. Nesse caso, o intuito desse método é identificar os retornos com o passar do tempo. Por exemplo, as vendas do produto X cresceram, enquanto as do produto Y caíram.

Todas as informações obtidas pelas duas análises serão essenciais na hora de definir as próximas estratégias da sua organização. Por exemplo, ao perceber que o produto Z não teve tanta procura, a empresa pode considerar retirá-lo do catálogo ou direcionar mais investimentos para os anúncios dele, visando atrair mais clientes.

Como calcular a análise horizontal?

Em um primeiro momento, a análise horizontal permite identificar os resultados de um período, seja de crescimento ou de queda. No entanto, também é possível realizar cálculos, a fim de trazer mais precisão para a avaliação. 

A fórmula é esta:

AH = ((Valor atual ou final / valor no período anterior) -1) x 100

Considerando os dados do exemplo anterior, é possível encontrar o percentual de crescimento das vendas do produto X no período. Nesse caso, o cálculo é feito da seguinte forma:

  • AH = ((19 / 10) -1) x 100
  • AH = (1,9 – 1) x 100
  • AH = 0,9 x 100
  • AH = 90%

Também é possível fazer a análise horizontal de balanço patrimonial. Suponha que a sua empresa tinha R$ 300 mil de ativos circulantes em 2021. Em 2022, o valor chegou a R$ 360 mil. 

O cálculo será assim:

  • AH = ((360 / 300) -1) x 100
  • AH = (1,2 – 1) x 100
  • AH = 0,2 x 100
  • AH = 20%

Nesses exemplos, os resultados das análises horizontais revelam duas informações importantes. A primeira é que as ações de comunicação da empresa resultaram em 90% de aumento de vendas do produto X. Ademais, houve um crescimento de 20% do valor de ativos circulantes entre 2021 e 2022.

Assim, ela pode ser utilizada para trazer informações relevantes para o negócio, auxiliando no planejamento estratégico da empresa. 

O que é análise horizontal no fluxo de caixa? 

Até aqui, você compreendeu para que serve e como funciona a análise horizontal. Agora, vale a pena entender que ela pode ser utilizada com o fluxo de caixa da sua empresa. Ao aplicar a metodologia nesse documento, será possível perceber a relação entre os ganhos e os gastos da organização.

Por exemplo, o setor financeiro pode utilizar essa ferramenta ao conferir qual foi a evolução das contas a pagar e a receber. Ao verificar o histórico de inadimplência e constatar um aumento, há como planejar ações direcionadas à resolução do problema e à recuperação de créditos. 

O mesmo pode ser feito para considerar os pagamentos que a empresa deve realizar, o retorno dos investimentos, os custos mensais etc. Já em relação ao prazo de avaliação, cada empresa pode definir o ideal conforme a finalidade da análise. Ela pode acontecer de forma diária, semanal, mensal, anual, entre outras frequências. 

Como realizar esse processo de maneira eficiente?

Embora a análise horizontal não seja essencialmente complexa, avaliar os dados e realizar os cálculos manualmente demanda muito trabalho — além de aumentar os riscos de erros. Entretanto, é possível contar com soluções modernas que facilitam esse processo.

Nesse caso, você pode contar com o Controlle — um software de gestão financeira que dispõe de diversas funcionalidades. Entre elas, está a emissão de relatórios com dados e gráficos que tornam a interpretação dos resultados mais simples. 

Desse modo, os líderes terão informações precisas ao definirem os rumos da organização. Ademais, há ferramentas voltadas à melhora do fluxo de caixa. É possível organizar os lançamentos em categorias, bem como fazer a conciliação dos dados bancários.

Agora que você compreendeu o que é análise horizontal, pode utilizar esse novo instrumento para melhorar a gestão do seu negócio. Caso queira otimizar ainda mais o processo, não deixe de contar com o auxílio de ferramentas  que auxiliam nessa jornada.Que tal aprimorar os processos financeiros da sua empresa? Acesse o nosso site e descubra como o Controlle pode ajudar!

Sistema de controle financeiro

Deixe seu comentário
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade