Os 5 itens que não podem faltar na gestão financeira

A gestão financeira pode ser considerada como a soma de...

A gestão financeira pode ser considerada como a soma de todos os procedimentos e todas as ações relacionadas a planejamentos, controle de atividades e análises da situação econômica da empresa e fazer a gestão das finanças de um empreendimento exige grande responsabilidade. De acordo com pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cada 100 empresas que iniciam suas atividades no país, 48 fecham as portas dentro de 3 anos.

Por isso, ter uma gestão financeira de qualidade é essencial para o sucesso do seu negócio. E esse é um dos grandes desafios dos empreendedores. Ter um controle eficiente da economia deve ser uma das prioridades de uma organização, pois qualquer erro pode ser fatal..

Entenda a gestão financeira

Fechar o mês com dinheiro em caixa não significa que a empresa está tendo lucro. Por isso, a maneira mais eficaz de impedir que imprevistos desagradáveis afetem as finanças da sua empresa é ter gestores financeiros capacitados.

Todos os processos de uma empresa, desde recursos humanos, vendas, controle de materiais até o estoque, passam pelo controle financeiro. Por isso, saber gerir o capital com qualidade deve ser uma das principais preocupações dos gestores empresariais. E um dos maiores erros cometidos é colocar a teoria em prática antes de se analisar a situação econômica da organização.

Uma gestão financeira de qualidade deve sempre ter todos os dados e informações necessárias sobre a situação econômica de todos os setores da empresa, para que, como isso, possa equilibrar o saldo devedor com as contas a receber. Com um controle eficiente, será possível avaliar possíveis despesas desnecessárias e falhas que possam vir a ocorrer.

Com um bom controle financeiro é possível, também, avaliar em longo prazo a economia da empresa através do desempenho da mesma no mercado de trabalho e dos lucros obtidos com as vendas. Todas as metas da organização passam pela gestão financeira, por isso, é necessário utilizar essa ferramenta de forma correta, para que ela sirva como base na tomada de decisões e dê segurança para os gestores.

Navegar sem ter um rumo é uma atitude extremamente arriscada! Sem um planejamento você não terá um objetivo a atingir e isso pode levar ao fracasso do empreendimento. Fazer uma gestão financeira de qualidade significa dar prioridade aos bons resultados, tendo como objetivo atingir o lucro.

 


 

Os 5 itens que não podem faltar em uma gestão financeira

Disciplina

Não ter disciplina é talvez um dos maiores erros dos gestores — e o que acontece com maior frequência. Em grande parte das empresas, a gestão financeira tem um início com uma qualidade excelente. Porém, a preocupação dos gestores com outras atividades da organização e a escassez de tempo faz com que eles deixem de se preocupar com o controle das finanças com regularidade. Com isso, as planilhas começam a se desatualizar, acumulam-se contas e os orçamentos passam a ser ignorados. Quando os gestores se dão conta, a situação financeira da empresa já está um caos.

Uma dica para que os gestores se mantenham disciplinados é separar diariamente um tempo para cuidar da gestão financeira da empresa. Assim, isso se tornará um hábito e as finanças estarão sempre atualizadas.

Controle do fluxo de caixa

Ter um controle do fluxo de caixa vai além do acompanhamento diário do extrato bancário e da atualização de planilhas. Além de servir para saber a atual situação econômica da empresa, o fluxo de caixa funciona também para fazer planejamentos futuros. A gestão financeira precisa saber quais as despesas que ainda deverão ser quitadas, principalmente aquelas que possuem acréscimo de juros se não forem pagas no dia.

Com isso, os gestores poderão ter uma melhor visualização de quais são as contas que deverão ser pagas e quais os valores serão recebidos, podendo antecipar ações sem extrapolar no orçamento. Também será possível que a gestão financeira faça uma comparação entre o lucro projetado e o obtido, indicando quais os motivos levarão ao mesmo e onde é preciso realizar melhorias na empresa.

Conhecimento das pequenas despesas

Muitos gestores deixam de colocar no planejamento financeiro pequenos gastos e ficam surpresos ao verificar como essas pequenas dívidas podem se tornar um peso para as finanças da empresa. Geralmente, esses gastos comprometem a saúde financeira da organização somente depois de um longo período, mas nem por isso devem ser ignorados. Além disso, despesas extras, como o 13º salário devem estar inclusas no planejamento financeiro desde o início do ano. Com isso, você poderá fazer uma reserva para não ter uma grande perda no fim do ano.

Saber calcular o preço da venda dos seus produtos

Os gestores das empresas precisam saber como calcular o preço dos produtos vendidos. Eles não devem fazer esse cálculo utilizando somente a comparação com os valores dos concorrentes. É preciso considerar todos os custos! É necessário que a gestão financeira estude a fundo todo o processo de produção dos serviços realizados pela empresa. A maneira de calcular os custos varia de acordo com o tipo de negócio da organização, mas o gestor saberá que está indo na direção certa quando obtiver saldos positivos.

Trabalho em equipe

É importante para uma gestão financeira ter equipes bem organizadas — e que essas equipes se relacionem bem entre seus membros e com outras áreas da empresa. É preciso que os membros da organização estejam alinhados com os objetivos dela. Cada time possui uma determinada função e, caso ela não seja realizada corretamente, influenciará no desempenho de outras equipes e pode até acarretar um mau desempenho econômico da empresa. Por isso, a gestão financeira deve realizar treinamentos frequentes de suas equipes para que os membros estejam comprometidos com a empresa e realizem suas funções corretamente!

Ainda tem dúvidas sobre a importância da gestão financeira em uma empresa? Conte para nós aqui nos comentários!

 

Outros artigos:

Fluxo de caixa e DRE, entenda a diferença

Fluxo de caixa: Tudo o que você precisa saber

O que é Centro de Custo e quais as vantagens de usá-lo em sua empresa

Materiais educativos 

Deixe seu comentário