Principais erros ao fazer o fluxo de caixa de uma empresa

Erros do fluxo de caixa

Realizar corretamente o fluxo de caixa de uma empresa é essencial para que esta não apenas ​controle melhor seus recursos financeiros, sabendo ​​quanto entra e quanto sai em um determinado período, mas também porque pode ajudá-la a alcançar seus objetivos.

No entanto, é fato que muitas empresas não sabem gerir corretamente seu financeiro. Prova disso é que a cada 100 empresas, um pouco mais de 75 conseguem sobreviver no primeiro an​o.

Ciente dessa​ realidade, decidimos elaborar este conteúdo para apresentar os principais erros ao se fazer um fluxo de caixa de uma empresa. Confira!

Sistema de controle financeiro

Desorganização do fluxo de caixa

Independentemente do método adotado de organização do fluxo de caixa, seja por meio de um software específico ou pela adoção de planilhas, é importante que os dados sejam geridos de forma eficiente e organizada. Deve-se, por exemplo, separar os gastos e as receitas, criando, para isso, categorias.

No entanto, o que se observa acontecer é a mistura desses dados, de modo que fica até mesmo difícil interpretá-los. Os dados sobre os gastos que uma empresa faz são essenciais para que esta não apenas cumpra sua obrigação financeira, mas também porque lhe garante ampla visão quanto às receitas que precisa arrecadar para que os gastos sejam liquidados.

Não acompanhar diariamente o fluxo de caixa

De um modo geral, é comum que o empresário avalie o fluxo de caixa somente no final do mês. Mas, e então, não tem nada de errado nisso, desde que esse acompanhamento também seja diário.

É importante frisar que o fluxo de caixa é uma ferramenta que garante a você verificar o comportamento de sua empresa diariamente, ou seja, quantos gastos ela fez e quanto vendeu. Ao fazer o acompanhamento diário do seu fluxo de caixa, você não apenas pode conhecer a realidade de sua empresa, mas também tomar atitudes que a façam vender mais e, assim, tenha mais recursos para se responsabilizar pelos seus compromissos.

Por exemplo, se a sua empresa gastou R$ 2 mil no dia 14 de março, então é essencial que ela venda nesse mesmo dia um valor no mínimo igual a este. No entanto, você só terá noção de que isso é preciso, caso realize o acompanhamento diário do seu fluxo de caixa.

Misturar as contas da empresa com as pessoais

Outro erro bastante comum é misturar as contas da empresa com as contas pessoais do empresário.

Por exemplo, tirar dinheiro do caixa para quitar compromissos que não têm relação com a finalidade da empresa. É um erro que pode não apenas causar desordem no fluxo de caixa, mas também comprometer a saúde financeira de seu negócio e, numa situação mais radical, entrar em falência.

​A boa notícia é que hoje você pode contar com o software Controlle. É a tecnologia que sua empresa precisa para gerir de forma eficiente e produtiva o seu fluxo de caixa e outras operações financeiras.

Você gostaria de conhecer melhor essa solução? Entre em contato conosco. Que tal?

Sistema de controle financeiro

Deixe seu comentário
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade