Quais serviços uma startup deve terceirizar?

Escrito por:

O mercado empresarial brasileiro já é bastante competitivo, principalmente quando pensamos no conceito de startups, que são empresas embrionárias, criadas a partir de ideias normalmente inovadoras e com orçamento limitado. Em razão dessas características, para obter maiores chances de sucesso, essas empresas devem otimizar atividades, enxugar recursos produtivos e evitar despesas desnecessárias.

 

A partir desse conceito, a terceirização de atividades surge como forma de reduzir custos e otimizar as atividades-fim (que dizem respeito ao objetivo principal da empresa). Mas quais serviços uma startup deve terceirizar? E quais serviços não devem ser terceirizados? Veja as respostas para essas e outras perguntas abaixo:

 

Reflita sobre as atividades-fim e as atividades-meio da startup

Qual é a principal atividade desenvolvida por sua empresa? A partir de um plano estratégico de negócios é possível identificar as atividades-fim e as atividades-meio.

 

As atividades-fim dizem respeito à identidade, ao núcleo do conjunto de serviços oferecidos pelo negócio. Por essa razão, não devem ser terceirizadas. O empreendedor deve manter domínio estrito sobre essas atividades, no sentido de melhor controlar a qualidade dos serviços prestados e de manter o foco das atividades em direção aos objetivos para os quais ela foi criada.

 

As atividades-meio, em geral, podem ser terceirizadas, pois não demandam identificação imediata entre o prestador do serviço e a missão empresarial da startup. Além disso, existem outras vantagens relacionadas à terceirização de atividades que não sejam centrais para o funcionamento na empresa, como a redução de custos e o aumento da produtividade.

 

Reduza despesas trabalhistas

A contratação de profissionais freelancers (contratos temporários, por demanda) ou de empresas especializadas na prestação de serviços de rotina  — como limpeza, contabilidade e administração — podem reduzir muito os custos de sua startup com despesas trabalhistas. Isso ocorre porque não há vínculo direto entre o empreendedor e o prestador de serviço. O que importa, nesse caso, é a prestação de um serviço rotineiro, que não depende exclusivamente do currículo profissional de determinado indivíduo, nem de sua experiência interna no âmbito da empresa. Exemplos disso são as atividades contábeis e de assessoria jurídica rotineira.

 

Diminuem-se, assim, custos com folha de pagamentos, material de trabalho, manutenção de um ambiente empresarial, entre outros. Muitas vezes essas atividades podem ser realizadas fora do âmbito da empresa, o que reduz o número de profissionais trabalhando no local e os custos decorrentes de um ambiente com muitos funcionários. Finalmente, a contratação terceirizada elimina custos com benefícios trabalhistas, como férias, rescisão e acordos sindicais, entre outros.

 

Foque em projetos específicos da startup

Outro benefício da contratação de freelancers diz respeito à possibilidade de focar em projetos específicos, para os quais a contratação por demanda faz mais sentido. Por meio da terceirização, o empresário divide o processo produtivo da empresa e delega funções específicas a indivíduos ou a empresas especializados em realizar aquela atividade. Assim, não é necessária a contratação efetiva de um profissional para desenvolver esse projeto, visto que, em empreitadas futuras, seus serviços na empresa podem não ser mais necessários.

 

Existem formas de verificar a qualidade desses projetos repassados a profissionais externos, como metas e avaliações de resultado. Não necessariamente a terceirização significa redução da qualidade do trabalho. Ao contrário, possibilita a outra empresa ou profissional especializado a realização de tarefas específicas, nas quais ela ou ele é mais eficiente. Esse tipo de contratação acarreta, inclusive, a possibilidade de contratação futura de profissionais por meio de experiências efetivas de trabalho, desde que ocorra uma identificação com a empresa.

 

Contratação a preço de mercado

Essa é uma das principais vantagens da terceirização em startups. Ao contrário de leis trabalhistas e acordos sindicais, que exigem um piso mínimo salarial para determinadas atividades, a contratação de freelancers e de empresas especializadas na prestação de serviços para startups segue as regras do mercado no que diz respeito à precificação. O empreendedor e o terceirizado têm a liberdade de ajustar preços, realizar descontos, estender prazos de entrega e outras liberdades contratuais que normalmente são mais rígidas nas relações de trabalho mais tradicionais.

 

Tenha atenção às atividades que exigem maior comprometimento na startup

Atenção para as atividades essenciais de sua startup! Se você desenvolve programas de computador, é recomendável que não terceirize serviços de programação, porque trabalhadores freelancers não têm o mesmo nível de comprometimento com a missão da empresa como seus funcionários efetivos. Isso pode causar queda da qualidade, problemas na execução do projeto e descumprimento de prazos. Por essa razão, prefira não terceirizar atividades essenciais do negócio.

 

Além disso, a atenção deve ser redobrada quando as atividades terceirizadas envolvem processos criativos. Existem profissionais que não conduzem suas atividades de forma ética e se utilizam de trabalhos alheios para apresentá-los como seus. Nesses casos, sua própria empresa será responsabilizada por eventuais problemas e, além disso, arrisca-se manchar a reputação da startup, que necessita justamente de ganhar a confiança do mercado nesse momento.

 

Quais destas dicas chamou mais a sua atenção? O que mais você leva em conta na hora de tomar as decisões na sua empresa? Deixe um comentário e participe da conversa!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 técnicas para desenvolver um mindset de sucesso
Por Controlle
Como fazer um planejamento financeiro para a sua empresa crescer
Por Controlle
Antecipação de recebíveis: entenda tudo sobre essa opção
Por Controlle
Conheça os 7 erros mais comuns na gestão financeira de uma empresa e como evitá-los
Por Controlle
Controlle
Controlar as finanças da sua pequena empresa
ou startup, não precisa ser chato.

Conheça o Controlle, um gerenciador financeiro perfeito pra quem não gosta de perder tempo.

Faça como mais de 20 mil pessoas e receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter a gestão da sua empresa em ordem.