Qual a importância do planejamento estratégico para microempresas?

Escrito por:

O planejamento estratégico é uma importante ferramenta gerencial que conta com detalhes como missão e valores da empresa, objetivos de negócio e estratégias para alcançá-los.

 

No geral, funciona como um mapa para nortear como a empresa deve agir mediante diferentes situações e pensando em resultados distintos.

 

Para atingir esse objetivo, é preciso, primeiramente, conhecer como são os processos e a atuação da empresa, bem como identificar adequadamente o que ela deseja alcançar. A partir daí, você deve estabelecer metas e montar um cronograma para fazer a avaliação. Por fim, é necessário estabelecer quais devem ser a medidas tomadas para que a empresa alcance seus propósitos.

 

Sendo importante para empresas maiores, esse planejamento é ainda mais indispensável para as novas e pequenas. Veja a seguir os motivos dessa importância!

 

Favorece a comunicação

Quando a microempresa conta com um bom planejamento estratégico, todos falam a mesma língua porque possuem total domínio sobre quais são os objetivos da empresa e quais serão as estratégias adotadas.

 

Isso por si só cria mais engajamento e melhora a comunicação interna, o que faz com que todos sigam juntos rumo ao mesmo objetivo. Sem esse tipo de planejamento, as decisões, metas e estratégias ficam limitadas às camadas mais elevadas da empresa, o que impede que os outros colaboradores tenham um senso do que devem fazer.

 

Identifica ameaças e oportunidades

O planejamento estratégico também é importante para microempresas porque ele ajuda a identificar oportunidades e ameaças. Se um cenário começa a se desenhar no mercado que vá de contra a um determinado objetivo da empresa, então essa pode ser uma ameaça.

 

Do mesmo modo, se existe uma situação capaz de explorar uma fraqueza da microempresa — falta de produto em estoque ou de capital de giro, por exemplo — então também é detectada uma ameaça. O indício mais claro, entretanto, é a recessão, que afeta o desempenho de praticamente todas as empresas e que pode ser fatal para uma microempresa.

 

De modo oposto, o planejamento também ajuda a identificar oportunidades. Baseando-se no que a empresa deseja, pode ser que uma novidade do mercado surja como uma forma eficiente de garantir que a empresa atinja seu objetivo. Sem o planejamento estratégico fica mais difícil identificar o que é perigoso e o que tem potencial antes que as coisas aconteçam.

 

Permite planejar investimentos

Justamente por identificar ameaças e oportunidades que o planejamento estratégico também garante que a análise de investimentos aconteça de maneira mais fácil. Se surge uma oportunidade, a empresa pode se preparar para absorver essa chance ao fazer um investimento assertivo.

 

Além disso, o planejamento é importante para evitar que sejam tomadas atitudes por impulso ou simplesmente pelo chamado feeling empresarial. Em vez de apenas investir por contra própria, é possível realizar uma análise e verificar se o investimento é ou não possível, benéfico para os objetivos e se é o momento certo de realizá-lo.

 

Protege contra mudanças do mercado

O mercado é cada vez mais dinâmico, especialmente devido ao comportamento do consumidor. Por causa disso, ele pode mudar a qualquer instante e é preciso que as empresas se adaptem às novas necessidades. Se para grandes empresas já pode ser difícil absorver certas mudanças, para microempresas isso pode ser ainda mais complicado.

 

Suscetíveis aos impactos de qualquer mudança, as microempresas se tornam mais robustas com um planejamento estratégico. Isso porque esse planejamento indica o caminho a ser seguido em uma série de situações diferentes, o que permite que a empresa continue firme mesmo quando o mercado muda.

 

Melhora a tomada de decisão

O planejamento estratégico para microempresas também ajuda e melhora a tomada de decisão. Mais ágil e mais assertiva, ela deixa de ser genérica e passa a ser voltada especificamente para como a empresa atua e o que ela deseja.

 

A tomada de decisão também deixa de ser feita de maneira amadora e passa a ser realizada ao basear-se em informações. Uma análise de investimento, por exemplo, indica qual é o possível retorno, quais são os gastos e quais suas características principais. Baseada nisso, a gestão poderá decidir se é ou não o melhor momento de fazer o investimento, o que diminui as chances de erros.

 

Ajuda a empresa a se fortalecer

Embora esse planejamento não elimine totalmente a possibilidade de erro, ele ajuda a empresa a tomar a melhor decisão possível no momento em questão. Mesmo que ocorram, as falhas tendem a ser menos catastróficos do que agir de maneira aleatória.

 

O planejamento também ajuda a empresa a construir uma lógica de decisões a serem tomadas e age de maneira a pensar no futuro. Em vez de apenas se manter no mercado, a microempresa consegue estruturar o seu crescimento.

 

Por causa de seu porte, a empresa tende a encarar maiores desafios não apenas para lucrar, mas também para ganhar sua posição no mercado e eventualmente crescer.

 

Funciona como vantagem competitiva

Boa parte das microempresas inicia as suas operações sem qualquer planejamento estratégico. Algumas empresas de porte maior também cometem o mesmo erro e ficam sujeitas a diversas condições do mercado.

 

Em função disso, quando uma microempresa monta e utiliza um planejamento estratégico ela acaba saindo na frente dos demais. Mais preparada e mais robusta, ela ganha uma vantagem competitiva e, com isso, tem mais chances de sucesso.

 

 

E você, quer acertar no planejamento estratégico de seu negócio? Então leia quais são os passos importantes para um planejamento estratégico de sucesso e garanta os resultados de sua empresa.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Facebook para pequenas empresas: 5 dicas valiosas para sua fanpage
Por Controlle
Customer Success: o que é e por que investir nessa estratégia?
Por Controlle
Missão, Visão e Valores: aprenda a definir as da sua empresa
Por Controlle
Marketing de conteúdo: o que é e como aplicar na sua empresa?
Por Controlle
Controlle
Controlar as finanças da sua pequena empresa
ou startup, não precisa ser chato.

Conheça o Controlle, um gerenciador financeiro perfeito pra quem não gosta de perder tempo.

Faça como mais de 20 mil pessoas e receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter a gestão da sua empresa em ordem.